Honda Accord Hybrid será o primeiro híbrido da marca no Brasil e chega em 2020

Honda Accord híbrido

Depois de muitos anos, ele voltará a ter protagonismo por aqui! O Honda Accord Hydrid será o primeiro modelo da marca comercializado no Brasil com a tecnologia de propulsão híbrida e:HEV. O sedã é um dos três veículos híbridos que serão comercializados até 2023 no país, conforme compromisso firmado pela marca durante o Salão do Automóvel de 2018.

O anúncio é feito no mesmo momento em que a Honda apresenta globalmente a sua nova nomenclatura e:TECHNOLOGY para veículos eletrificados. O e:HEV é a nova identificação para veículos híbridos, substituindo o nome i-MMD.

Segundo a marca, o Accord foi escolhido para estrear a tecnologia e:HEV no Brasil pelo fato de ser o modelo mais tecnológico comercializado pela marca localmente e, também, por representar o topo entre os sedãs da Honda. “Com o Accord híbrido, a Honda pretende proporcionar aos consumidores brasileiros um produto que combina baixo consumo e emissões de poluentes a um comportamento dinâmico superior”, explica Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America.

Muita gente esperava que esse primeiro carro fosse o Civic, afinal, o Toyota Corolla já é vendido no Brasil com a tecnologia híbrida flex. Mas o escolhido foi mesmo o Accord.

Dos outros dois modelos híbridos que serão lançados até 2023, um certo será o Fit, enquanto a aposta para o terceiro fica para o CR-V. HR-V e Civic meio que correm por fora.

Painel do Honda Accord Hybrid

De acordo com a Honda, a tecnologia e:HEV traz diversos diferenciais. O sistema oferece performance aprimorada em diferentes cenários de condução, priorizando tanto a eficiência energética como a dinâmica “divertida”, em uma operação automática, onde o condutor não precisa selecionar entre os três modos de operação do conjunto motriz híbrido.

Além disso, a tecnologia e:HEV do Accord permite a otimização do espaço interno, já que os componentes do sistema foram alocados de forma inteligente, compacta e segura, não ocupando o porta-malas ou a área interna do habitáculo, dentro da premissa da Honda de oferecer o “Máximo para o Homem e o Mínimo para a Máquina”.

Diferente do sistema usado nos Toyota Corolla e Prius, a tecnologia Honda e:HEV é composta de um motor 2.0 i-VTEC de quatro cilindros a gasolina, ciclo Atkinson, que funciona tanto para propulsão como para fornecimento de energia elétrica, e dois motores elétricos – um para propulsão e outro para geração, separados.

Pela configuração adotada para o sistema, não se faz necessário um conjunto de transmissão, sendo a conexão do motor a combustão com o eixo motriz controlada por um sistema de embreagem do tipo lock-up, com relação direta.

O conjunto é composto pelo motor 2.0 16V aspirado, que desenvolve 145 cv de potência e 17,8 mkgf, além de elétricos, sendo que um trabalha como propulsor e gera 184 cv e 32,1 mkgf, enquanto a outro elétrico atua exclusivamente como um gerador, ou seja, enviando energia diretamente para a unidade elétrica propulsora e, também, reabastecendo a bateria.

A potência combinada do conjunto é de 215 cv e a promessa é que ele chegue cerca 20,4 km/l na cidade de consumo.

Com essa combinação, o Accord pode rodar em três modos de uso: EV Drive, Hybrid Drive e Engine Drive, selecionados automaticamente de forma a obter a melhor relação entre desempenho e eficiência energética.

Sistema híbrido tem informações disponíveis no visor no painel do Honda Accord Hybrid

O modo EV Drive permite o uso 100% elétrico e zero emissão de poluentes.

Já no modo híbrido, o motor a gasolina fornece energia para o motor elétrico gerador, enquanto o excesso de energia produzido é convertido em carga para o sistema de baterias de íons de lítio.

No modo Engine Drive, o motor a combustão transmite diretamente para as rodas, permitindo a máxima eficiência de trabalho.

Na maioria das situações, o Honda Accord circulará nos modos Hybrid Drive e EV Drive, para alcançar a melhor eficiência possível. O modo Engine Drive é adotado apenas em situações de velocidades de cruzeiro, em condições de estrada.

Com isso, o modelo oferece ao consumidor comportamento dinâmico superior, com desempenho empolgante e eficiência energética máxima, em diversos cenários de uso.

Atualmente, o Honda Accord está disponível por cerca de R$ 205.000 no mercado brasileiro. Com a nova opção híbrida, mesmo que exista diferença de impostos, não será surpresa que o sedã fique bem mais caro (algo na casa de R$ 250.000).

Posts Relacionados:

About The Author

Reply