Dez carros que transformaram as lanternas em uma só

As lanternas que ocupam toda a traseira estão de volta. Mas agora, com a troca das lâmpadas incandescentes por leds, elas ficaram mais bonitas e luminosas

Porsche Taycan

 (divulgação/Porsche)

A Porsche foi uma das primeiras fábricas a adotar as lanternas interligadas em seus carros atuais, talvez porque desde os anos 70 o lendário 911 já trouxesse uma régua reflexiva na traseira. Além dos novos 911, Macan, Panamera e Cayenne, elas estão no elétrico Taycan, o mais recente lançamento da marca.

Bugatti Chiron

 (Divulgação/Bugatti)

Comprada pela VW em 1998 e relançada em 2005, a Bugatti introduziu o conjunto ótico traseiro horizontal no Chiron, apresentado em 2016. Depois disso, todos os carros das séries limitadas, como La Voiture Noire e Centodieci, vieram com novas variações do tema.

Dodge Charger

 (Divulgação/Dodge)

Nos anos 60, os americanos eram os que mais se aplicavam em produzir lanternas reluzentes. Mercury Cougar, Ford Thunderbird e Chrysler Imperial são alguns exemplos. O Dodge Charger, que já existia naquela época, manteve a tradição na versão atual.

Mercedes-Benz EQ

 (Divulgação/Mercedes-Benz)

A Mercedes incorporou o visual iluminado em sua submarca de veículos elétricos, EQ. Desde o carro-conceito EQ, apresentado em 2016, até a versão de produção, EQC, lançada em 2018, todos os modelos trazem luzes de uma extremidade a outra na traseira.

Lexus UX

 (Divulgação/Lexus)

Portador da nova identidade visual da marca Lexus, o SUV UX traz uma linha luminosa unindo as lanternas de formas aerodinâmicas nas extremidades. De acordo com a fábrica, essa peça de design é um recurso estilístico que equivale à assinatura do modelo.

Audi A7

 (Divulgação/Audi)

Uma das marcas que aderiram à onda com maior convicção foi a Audi, que, além de usar essa solução em diversos modelos, cria diferentes formas para cada carro. No A7, a ligação entre as lanternas acompanha o desenho da tampa do porta-malas.

Lincoln Continental

 (Divulgação/Lincoln)

O Continental chegou à décima geração em 2017. Porém, na quinta geração do sedã da Lincoln (1972), ele já trazia uma sequência de luzes interrompida apenas pela placa traseira e, na nona geração (1995), contava com uma régua que ocupava toda a traseira.

Hyundai Sonata

 (Divulgação/Hyundai)

Na oitava geração, apresentada este ano, o sedã coreano adotou a nova identidade visual da Hyundai, verificada no nosso HB20 lançado recentemente, e ganhou um filete de leds ligando as lanternas laterais, que têm design muito parecido com as do Honda Civic.

Aston Martin One 77

 (divulgação/Aston Martin)

Antecipando a tendência, o One-77 se tornou o centro das atenções no Salão de Genebra de 2009, com o conjunto traseiro que abriga lanternas e brake-light sob uma única lente. O tema foi retomado na atual geração do Vantage, mas nele a lente não é contínua.

About The Author

Reply