Como economizar combustível: as 12 melhores dicas!

Uma das despesas com carro que o motorista mais sente é na hora de abastecer, por isso listamos medidas simples que o ajudarão a não desperdiçar dinheiro

Quem tem carro sabe a fonte de despesas que ele é. Não importa a idade ou quantos quilômetros, o custo para desfrutar da comodidade é alto. Entre as despesas, a que o motorista mais sente no bolso é na hora de abastecer. Separamos 12 dicas simples e infalíveis para economizar combustível.

Como economizar com combustível ao abastecer

Essa primeira dica de como economizar dinheiro é simples, pois envolve pequenas ações. A primeira delas é aprender a calcular o combustível que mais vale a pena ao abastecer.

Esqueça a regra dos 70%: com a evolução dos motores flex, é possível considerar que a diferença de preço entre gasolina e etanol pode ser de até 75%. Por isso é importante que o consumidor calcule o consumo do seu carro (clique aqui para aprender a calcular) para saber qual combustível custará menos por km rodado.

É importante frisar também que os valores da gasolina e do etanol estão variando muito, então é importante que essas contas sejam feitas com frequência.

Vale a pena pagar mais caro na gasolina aditivada?

A gasolina aditivada traz benefícios a longo prazo:  o aditivo da gasolina impede a formação de depósitos de sujeiras, um verdadeiro carvão, os tais depósitos carboníferos no interior do motor. Essa é a vantagem da gasolina aditivada: manter o motor limpo e com uma combustão sempre correta.

Uma alternativa à gasolina aditivada é, a cada quatro tanques da comum, colocar um frasquinho de aditivo (de marca conceituada e efeito detergente/dispersante).

E a gasolina premium (Petrobras Podium, Shell V-Power Racing, Ipiranga Octapro), quando vale a pena colocar? Ela traz benefícios em ganho de potência apenas em carros que tenham motores com alta taxa de compressão, em geral os importados de alta performance. Ela tem uma octanagem maior que só é útil nesses casos.

A exceção é usar a gasolina premium nos carros que ainda tem tanquinho de partida a frio: ela tem uma validade maior do que a gasolina comum ou aditivada. Como os tanquinhos têm capacidade pequena, não há impacto no bolso.

Pago mais caro no etanol aditivado?

Já o etanol aditivado não traz benefício algum. É que o derivado da cana tem baixo teor de carbono (cerca de 1/3 em relação ao da gasolina) e, por isso, não deixa resíduos no motor. Desse modo, sua utilização, além de não economizar combustível, é incapaz de proporcionar qualquer outro tipo de ganho.

Boris Feldman fala sobre as 3 gasolinas neste vídeo

Outras dicas para economizar dinheiro com combustível

  • Não deixe peso desnecessário no carro: a cada 50 kg dentro do carro, o consumo aumenta cerca de 1%;
  • Calibre os pneus regularmente: pneus descalibrados aumentam o consumo, pois tem mais arrasto – o gasto com combustível aumenta 2% a cada 3 psi a menos de pressão;
  • Faça a manutenção preventiva dentro dos prazos estabelecidos pelo fabricante: filtro de ar sujo ou velas de ignição carbonizadas diminuem a eficiência do motor e, consequentemente, aumentam o consumo.
  • Evite rack em desuso no teto: colocou um rack ou outro acessório para transporte no teto do carro ou preso na traseira, como aqueles para levar bicicleta? Retire assim que não estiverem em uso. Hoje, os carros são projetados para ter o máximo de eficiência aerodinâmica e esses “apêndices” aumentam o arrasto – e diminuem a economia de combustível.

Use o acelerador a seu favor

‘Pé fundo’ no acelerador para arrancar com o carro é uma prática completamente desnecessária na maioria dos casos: só aumenta o desgaste de diversos componentes (pneu e embreagem, por exemplo) além de desperdiçar gasolina/etanol/GNV/diesel.

Acelere suavemente e passe as marchas na rotação de torque máximo – ideal para máximo desempenho com o mínimo consumo. É só conferir no manual qual é a rotação de torque máximo. A maioria dos carros é equipada com conta-giros e ele deve ser usado para esse fim.

Muitos carros mais novos já estão sendo equipados com indicadores de trocas de marchas: por meio de indicações no painel, eles mostram a hora certa de passar as marchas e manter o motor na faixa de rotação ideal. Testes efetuados com esse sistema indicaram uma economia de até 20% do consumo.

Outros apelam para os econômetros, que apontam quando o motorista pisa de forma desnecessária no acelerador.

Não faça controle de embreagem!

Outra dica é não ficar fazendo controle de embreagem desnecessariamente. Essa prática, além de elevar o gasto de combustível, ainda abrevia a vida útil do disco de embreagem.

Economizadores de combustível: não jogue dinheiro fora

Economizadores de combustível são vendidos como soluções milagrosas na internet. Mas as montadoras investem milhões em pesquisa e desenvolvimento para reduzir o consumo e não apelariam para esses dispositivos? Claro que não, pois não tem eficiência.

Andar na banguela desperdiça combustível!

Andar na banguela não economiza combustível: deixar o carro em ponto morto enquanto ele está em movimento obriga que ele continue sendo alimentado.

Nos carros com injeção eletrônica, há o cut-off, dispositivo que corta a injeção enquanto ele está engrenado e com as rodas em movimentos, pois elas mesmas continuam “girando” o motor.

Andar na banguela só vai exigir mais do sistema de freios – e te provocar um prejuízo mais a frente.

Vale a pena instalar o kit GNV?

O preço do metro cúbico (m³) do gás é mais barato do que o litro dos demais combustíveis. Mas o motorista deve considerar outros gastos quando resolve instalar o GNV.

Na maioria dos casos, só vale a pena instalar o “kit GNV” quando a média de quilômetros rodados por mês varia entre 4.000 e 5.000 quilômetros, pois é necessário considerar o custo da instalação dele.

Economizar combustível é simples shutterstock
Medidas simples ajudam a economizar combustível (Foto: Shutterstock)

About The Author

Reply