Flagra: por que este Volkswagen Nivus tem mecânica de Up TSI?

Logotipo “170 TSI” entrega a presença do motor 1.0 turbo mais manso Abrão Ribeiro/Quatro Rodas

O parceiro Autos Segredos levantou a bandeira primeiro e os flagras do leitor Abrão Ribeiro confirmaram: a Volkswagen está testando no Brasil o Nivus Comfortline com o motor e câmbio do Up TSI.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

No caso, o motor é o chamado 170 TSI, o 1.0 turbo com injeção direta em versão com 105 cv e 16,8 kgfm de torque. O câmbio, por sua vez, é o manual de cinco marchas. No Brasil, apenas o Up usa esse conjunto.

Carro flagrado é da versão Comfortline Abrão Ribeiro/Quatro Rodas

O 1.0 turbo mais usado por aqui é o 200 TSI, com 128 cv e 20,4 kgfm, presente em Polo, Virtus e T-Cross, além do próprio Nivus.

Continua após a publicidade

Fotografou um segredo? Mande seu flagra para nós: 55 11 99975-9245

A Volkswagen inclusive confirma que chegou a criar um Nivus Comfortline 200 TSI com câmbio manual de seis marchas, mas desistiu de lançá-lo. O que o brasileiro realmente quer é o câmbio automático de seis marchas e quem fizer questão de fazer as trocas de marcha por conta própria ainda pode comprar um T-Cross manual.

Com exceção do câmbio, interior parece idêntico ao da versão vendida no Brasil Abrão Ribeiro/Quatro Rodas

Mas essa regra não vale para as exportações. Antes do término de 2020 o Nivus será lançado na Argentina e até meados de 2021 será lançado em grande parte dos países da América do Sul, Caribe e também no México.

Abrão Ribeiro/Quatro Rodas

Cada mercado terá sua própria composição de versões, que pode ser completamente diferentes das Comfortline e Highline já à venda no Brasil.

Continua após a publicidade

Isso já acontece hoje com Polo, Virtus e T-Cross. Os três são exportados para Argentina, Chile, Colômbia e Peru apenas apenas com o motor 1.6 16V MSI a gasolina de 110 cv, mesmo nas versões Comfortline e Highline, que no Brasil usam o 200 TSI e até o 250 TSI (1.4 turbo de 150 cv), no caso do T-Cross.

Faróis full-led foram mantidos Abrão Ribeiro/Quatro Rodas

Com o motor 170 TSI, o Nivus poderia ensaiar uma futura substituição do motor 1.6 em algum (ou alguns) destes mercados.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

About The Author

Reply