Nissan Magnite é o futuro carro de entrada no Brasil

Nissan Magnite

Com a confirmação do fim de linha para o Nissan March no Brasil, o hatchback lançado em 2011, fica sem um sucessor direto. A nova geração que foi lançada na Europa ficaria muito cara por aqui.

A notícia não é de todo mal, em uma live que o BlogAuto participou com o presidente da marca no Brasil, o Marco Silva, a marca enxerga espaços acima e principalmente abaixo do Kicks.

E a marca acaba de apresentar na Índia a versão, ainda como conceito, do Nissan Magnite, mas poderia de ser chamado de Mini-Kicks, e que tem tudo para ser fabricado aqui no Brasil, no ano que vem.

A Nissan Índia revelou a versão-conceito de seu tão aguardado B-SUV. Batizado de Nissan Magnite, o B-SUV elegante e rico em tecnologia será lançado no ano fiscal de 2020 na Índia.

Com tecnologia de ponta a bordo, será uma virada de jogo em seu segmento. Uma oferta ousada na categoria de até quatro metros, foi projetado no Japão, para os países emergentes.

Com a maior aproximação entre a Nissan e a Renault no Brasil, segundo o planejamento estratégico da aliança prevê a produção de modelos em uma mesma fábrica.

Nissan Magnite

A aliança já deu indícios de que pretende aproveitar a capacidade produtiva das duas fábricas que possui no país, localizadas nas cidades de São José dos Pinhais no estado do Paraná e Resende, no Rio de Janeiro. A partir daí, a ideia é fabricar modelos das duas marcas em uma mesma fábrica, de acordo com a plataforma. No caso do Magnite, ele aproveita a plataforma CMF-A+, que é a mesma do Renault Kwid. Dela podem ser fabricados dois SUVs: o próprio Magnite e o Renault Kiger, que ainda não foi apresentado.

Com o Magnite, a Nissan encontra uma forma de substituir o March com um modelo mais adaptado às novas exigências do consumidor e, se confirmada a estreia no começo de 2022, tem tudo para inaugurar um segmento abaixo do Kicks, isto é, de SUVs subcompactos.

Nissan Magnite

Veja também: Os carros mais velozes das últimas 8 décadas

Para se ter ideia, o modelo terá no máximo quatro metros de comprimento, enquanto o Kicks mede cerca de 30 cm a mais. Deve vir com a versão turbo do motor 1.0 SCe que equipa o Sandero, sempre com tração dianteira.

Confira o BlogAuto no: Youtube, TikTok, FacebookInstagram, Twitter e Pinterest.

Nissan Magnite é o futuro carro de entrada no Brasil

About The Author

Reply