Ford Puma ST é o SUV compacto esportivo que gostaríamos de ter no Brasil

Divulgação/Ford

Imagine um Ford EcoSport, mas não com o motor 1.5 de três cilindros aspirado de 137 cv e sim com a versão turbo dele gerando 200 cv. O Ford Puma ST é praticamente isso.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

Ainda que não seja maior, o Puma é posicionado como uma alternativa premium ao EcoSport na Europa. A inédita versão ST tem exatamente o mesmo conjunto mecânico do Fiesta ST, o motor 1.5 EcoBoost de 200 cv a 6.000 rpm e 32,6 kgfm (3 kgfm a mais que o Fiesta) entre 2.500 e 3.500 rpm. Este motor, inclusive, está cotado para o Brasil.

Divulgação/Ford

O câmbio, sempre manual de seis marchas tem relação de diferencial final mais curta e contribui para o zero a 100 km/h em parcos 6,7 segundos. A velocidade máxima é de 220 km/h.

A Ford Performance ainda trabalhou o escape para deixar mais nítida a pegada esportiva do Puma, mas o ronco ficou 1 decibel mais baixo que o do Fiesta ST de propósito. Barra estabilizadora e amortecedores exclusivos foram designados, assim como o eixo de torção traseiro 40% mais rígido que o do fiesta.

Divulgação/Ford

O diferencial dianteiro tem deslizamento limitado e vetorização do torque. O pacote também inclui rodas aro 19 calçadas com pneus Michelin Pilot Sport 4S com desenvolvimento especial para o Ford Puma e que promete respostas da direção 25% mais rápidas e frenagens 17% melhores.

Continua após a publicidade
Divulgação/Ford

A eletrônica cuida dos modos de condução do Puma ST: Normal, Eco, Sport e Track. Além disso, o controle de estabilidade tem três modos de intervenção, normal, com intervenção limitada e desligado. Controle de largada também está incluso.

Divulgação/Ford

O visual não foge muito ao de um Puma ST-Line, mas inclui splitter dianteiro integrado ao para-choque, um grande spoiler traseiro e uma peça que simula extrator no para-choque traseiro. A grade tem desenho exclusivo para permitir melhor resfriamento do motor e teto, capa dos espelhos e spoiler são pintados de preto.

Divulgação/Ford

Por dentro, a novidade fica por conta dos bancos Recaro aquecidos, do volante de base plana e da personalização da alavanca de câmbio, das soleiras e do tapete. Ainda tem carregamento sem fio de celulares, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sensores de luminosidade e chuva e central multimídia Sync3 com tela de oito polegadas.

Divulgação/Ford

Quer um defeito do Ford Puma ST? Ele custa 28.495 libras no Reino Unido, ou exatamente R$ 200.000 ao câmbio atual. Bem, é quase o mesmo preço do Ford Territory por aqui

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade

About The Author

Reply