Venda de amortecedor: seja um expert

4 minutos para ler

Na hora de realizar a venda de amortecedor, é fundamental que você saiba mais sobre a peça e os seus componentes complementares para que tenha o melhor aproveitamento na hora de fechar negócio com o cliente.

O amortecedor é uma das peças que compõem o sistema de suspensão dos veículos. A peça fica posicionada na parte de baixo e faz a ligação entre a carroceria e as rodas do automóvel.

A composição do amortecedor se dá pela junção com a mola, bandeja, barra estabilizadora e o pivô. Todo esse sistema de suspensão é responsável não somente pelo conforto, mas pela segurança do veículo.

Quer entender mais a fundo sobre como funciona o sistema e tudo sobre amortecedores e como realizar a venda da peça e seus periféricos? Confira o material que preparamos para você!

Por que o amortecedor é tão importante?

Os amortecedores são o isolante de movimento do veículo, pois eles suavizam o impacto quando o automóvel está trafegando em terrenos de condições adversas. O sistema de amortecimento também impacta diretamente na aceleração, frenagem e na suavização do movimento do veículo.

É muito importante também que você consiga explicar ao cliente que o amortecedor não funciona sozinho, ele precisa que os componentes que estão ligados a ele também estejam funcionando perfeitamente, que se estiverem desgastadas podem acarretar problemas de todo o sistema.

Quais os tipos de amortecedores e o seu funcionamento?

São dois os tipos de amortecedores que estão disponíveis no mercado e, apesar de possuírem componentes em comuns, o seu funcionamento é diferenciado.

Hidráulico

É formado por pistão e válvulas ligados a uma haste que se move dentro do tubo, submerso com óleo. As válvulas têm o papel fundamental de regular a quantidade de fluído que circula dentro do tubo durante a abertura e fechamento da suspensão.

Pressurizado

O sistema de amortecimento pressurizado conta com as mesmas peças, porém o fluido é pressurizado pelo gás nitrogênio, evitando os vazios em altas frequências.

Quais são as oportunidades de venda envolvidas?

Na hora de vender um amortecedor confiável, você terá algumas opções para realizar a venda de outros componentes complementares que são importantes para o seu cliente. Confira!

Kit do amortecedor

Na hora de fazer a venda do amortecedor é possível que oferecer o kit que é composto pelas peças coxim, coifa e batente.

Pivô e bandeja

O pivô ou bandeja com desgaste é uma ameaça a segurança do veículo bem como fonte de ruído, por isso é fundamental que as peças estejam em bom estado, caso contrário o desempenho dos amortecedores novos estará comprometido.

Molas

 A principal função da mola é manter a altura correta do veículo, é preciso avaliar o estado das molas a cada 40 mil quilômetros ou 2 anos.

É importante estar preparado para repassar aos clientes o maior número de informações que tornem a compra da peça relevante. O comprador precisa sair da loja não só satisfeito com a aquisição da peça, quanto seguro com o fornecedor. Mostrar para o cliente que você é um expert no assunto, é uma forma de fidelizar para as próximas compras.

Agora que você entende como fazer uma venda de amortecedor de forma eficiente, aproveite a vista em nosso blog e entre em contato conosco para conhecer mais sobre nossos produtos e serviços!

About The Author

Reply